Iluminação verde em espaços culturais do Sesc alerta para riscos do glaucoma

A ação reforça a Campanha "24 Horas pelo Glaucoma", realizada pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), para estimular o diagnóstico e o tratamento precoces dessa doença, que é a maior causa de cegueira evitável no mundo.


08/05/2024 - Atualizado em 09/05/2024 - 190 visualizações

Conscientização 

Em apoio à campanha "24 Horas pelo Glaucoma", o Sesc Santa Catarina ilumina de verde as fachadas do Centro Cultural Vidal Ramos Sesc Lages e do Museu de Florinópolis Sesc, para alertar a população sobre o glaucoma, uma das doenças oculares mais prevalentes e a maior causa de cegueira evitável em todo o mundo. A iniciativa do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), juntamente com a Sociedade Brasileira de Glaucoma (SBG), ocorre tradicionalmente em maio em virtude do Dia Nacional do Combate ao Glaucoma, celebrado no dia 26 de maio. 

Estudos estimam que de 1 a 2% da população mundial conviva com o glaucoma. As projeções são preocupantes: 111,8 milhões de pessoas podem sofrer com a doença até 2040. No Brasil, a estimativa é que pelo menos 900 mil tenham o diagnóstico de glaucoma. Os especialistas alertam que essa doença é a principal causa de cegueira evitável no mundo, sendo assintomática nas fases iniciais. Sem diagnóstico e tratamento precoces, ela pode progredir durante anos até os primeiros sintomas.

A boa notícia é que o glaucoma, mesmo que não tenha cura, pode ser controlado com tratamento adequado e contínuo. Quanto mais rápido for o diagnóstico, maiores serão as chances de se evitar a perda da visão.