Agenda

Contemplado com o Prêmio Funarte de Arte Negra 2012, o projeto registra a memória do Coco, ritmo da cultura popular do Nordeste. Uma das manifestações artísticas mais características da cultura nordestina é a música. Com os diversos ritmos que percorrem o litoral e o sertão, passando por quilombos e áreas rurais, essa expressão artística se apresenta ao mundo como parte da cultura popular nordestina, tão rica quanto variada.

As variações e os mestres de coco são muitos, mas o Caminhos do Cocomostra um bonito recorte desses artistas populares, sejam eles do sertão ou do litoral nordestino. No total, seis estados participam do projeto – Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Paraíba e Ceará –, que contou com a participação de oito mestres e/ou grupos de variadas formas de se fazer o coco:
- Samba de coco da Barra dos Coqueiros (Sergipe)
- Coco de roda do Mestre Nelson Rosa (Arapiraca – Alagoas)
- Coco de Tebei (Tacaratu – Pernambuco)
- Bongar (Quilombo do Portão do Gelo – Olinda – Pernambuco)
- Dona Selma do Coco (Olinda – Pernambuco)
- Coco de Zambê do Mestre Geraldo (Tibau do Sul – Rio Grande do Norte)
- Coco de Roda e Ciranda de Caiana dos Criolos (Alagoa Grande – Paraíba)
- Coco das Mulheres de Batateira (Crato – Ceará)

Duração: 01h31

Ficha técnica:
- Joice Temple – direção, roteiro e montagem
- Hugo Marques – produção executiva e montagem
- Juliana Amorim – assistência de direção e produção
- Felipe Scapino – direção de fotografia
- Kelly Santos – pesquisa e produção
- Renan Vasconcelos – direção de som
- Cauê Bravim – finalização
- Omar Sanchez – arte e produção

Cinema Livre

TAGS

Programação para sua cidade