Destaques da ParaCopa Sesc Joinville

O evento aconteceu de 8 a 11/11 com Festival de Natação Paralímpica e ações educativas


24/11/2023 - Atualizado em 24/11/2023 - 360 visualizações

Inclusão pelo esporte

Após o sucesso da edição de Brusque, a ParaCopa Sesc chegou a Joinville, promovendo uma jornada de inclusão, acessibilidade e integração através do esporte. Marcando sua 10ª edição, o evento consolidou-se como um farol de oportunidades, promovendo o acesso e instigando discussões sobre educação, atividade física e esporte para Pessoas com Deficiências (PcD).

A programação começou na quarta-feira (8), com o Festival Itinerante Paradesportivo, promovido pela Secretaria de Esporte do município, para ampliar o conhecimento de escolares sobre os esportes paraolímpicos. Os alunos  da Escola Sesc vivenciaram e entenderam a rotina das pessoas com deficiência e ensina muito sobre empatia e superação. 

A noite de sexta-feira (10) foi marcada pela abertura oficial, onde o Grupo de Dança Segue tomou o centro do palco, cativando a todos com uma coreografia de tirar o fôlego. Sob a hábil direção da professora e coreógrafa Juliana Crestan, o grupo transcendeu barreiras, oferecendo uma experiência única de arte e cultura através do desenvolvimento corporal. Seu propósito nobre vai além das fronteiras, buscando a interação e inclusão de pessoas com e sem deficiência.

Em um momento marcante, o multimedalhista Clodoaldo Silva, ícone do esporte paralímpico brasileiro, envolvei o público em sua palestra. Com uma carreira brilhante de seis ouros, seis pratas e dois bronzes em cinco Paralimpíadas, ele não apenas conquistou medalhas, mas incendiou o Maracanã ao acender a pira dos Jogos Rio 2016. Sua trajetória não é apenas de vitórias nas piscinas, mas também de inspiração e superação, tornando-se uma verdadeira referência tanto nacional quanto internacionalmente. 

Clodoaldo surpreendeu ao convidar Ádria Santos, a atleta brasileira com o maior número de medalhas paralímpicas, para compartilhar o palco. Um momento emocionante que simbolizou a passagem do bastão entre gerações de atletas incríveis.

O sábado (11) foi repleto de atividades, com destaque para o Festival de Natação Paralímpica, que atraiu quase 50 atletas. Além disso, um Curso de Atividade Física para Pessoas com Transtorno do Espectro Autista foi conduzido, capacitando professores com ferramentas essenciais para melhor atender a esse público. O evento não apenas celebrou conquistas esportivas, mas também se consolidou como um catalisador de conhecimento e inclusão em todas as suas formas.

"A ParaCopa Sesc, foi um evento muito legal e organizado. A começar pela abertura que trouxe a palestra do Clodoaldo Silva, com palavras de muita motivação, sendo ele uma referência aos paratletas. A competição também foi ótima, as piscinas, a acessibilidade, a organização, tudo preparado com muito carinho e atenção para todos crianças, jovens e adultos. Parabéns ao Sesc, desde a abertura até a premiação! Valeu a pena participar!! Que esse tipo de evento possa se repetir muitas vezes", declarou Albenise Costa, mãe do atleta Augusto do Cepe