Dica 3: empatia

E se fosse você?

Chegamos à terceira dica da nossa série sobre Segurança Psicológica:

  1. Seja empático e entenda o impacto deste momento na vida das pessoas

Há muito tempo se fala em empatia, mas pouco se pratica de fato ou se entende que é um exercício contínuo, e um dos sentimentos mais puros e genuínos a serem nutridos! Afinal, empatia não é somente se colocar no lugar do outro, mas a capacidade de entender emocionalmente outra pessoa. É conseguir se colocar no lugar dela e sentir o que ela poderia estar sentindo em determinada situação, é estar disposto e se permitir entrar em contato com uma sensação que não é sua.

A partir desta posição empática, onde você se permite sentir sob o olhar do outro, imagine como é estar passando por situações diferentes da sua, com preocupações diferentes… são situações de saúde dos familiares e amigos, incertezas financeiras e laborais, preocupações sobre as mudanças políticas e medidas de segurança diárias, organização de rotina com filhos sem escola!

Imaginou? Sentiu como o outro pode estar se sentindo?

Então está na hora de praticar a empatia no seu completo significado: compreenda, observe, escute, solidarize-se, sinta!

A quem interessar o tema, segue as dicas de leitura da semana:

Confira os posts anteriores:

Dica 1: incentive momentos de trocas de feedbacks
Dica 2: tolerância e reaprendizados

Por: Assessoria de Recursos Humanos do Sesc-SC (ARH)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *