Agenda

Cartografia do Assédio é uma performance que investiga a presença do corpo feminino no território urbano, a partir da posse masculina - e machista - do território público. A construção do ato performático surge de um método documental, baseado na coleta de depoimentos espontâneos de mulheres que transitam pela Rua Hercílio Luz, principal via de comércio da cidade de Itajaí/SC. Esse procedimento resultou num mapeamento de violências cotidianas, vividas por aquelas presenças femininas no espaço compartilhado da cidade.

 

As falas dessas mulheres diversas, além da experiência pessoal da performer, dão sentido a uma dramaturgia em performance, composta por fragmentos de vozes, narrativas de memórias e representações visuais, que compõem um percurso urbano cartografado.

 

O formato da performance explora as relações entre o íntimo e o público, com ações em espaços internos e percursos de ocupação da rua, em que os participantes são convidados a abandonar a posição passiva de espectadores e tornarem-se cúmplices ativos da performer, sendo conduzidos por ela a um estado de empatia, colaborativo, alerta e questionador. O coletivo em trânsito cruza a cidade, redefinindo olhares no entorno, e criando ações que se localizam entre reconstruções poéticas de estados de opressão e protestos por liberdade.


Performance de

Pietra Garcia

 

Concepção

Pietra Garcia e Renato Turnes

 

Direção artística

Renato Turnes

 

entrevistas e textos

Pietra Garcia

 

Apoio técnico

Leandro Cardoso e Mauro Filho

 

Figurinos

Leandro Cardoso

 

Fotografia e Arte Gráfica

Desdobraduras

 

Produção

Karma Cia. de Teatro

 

Teatro 12 anos

TAGS

Programação para sua cidade